Número de pacientes que abandonam tratamento preventivo da raiva preocupa

    0
    193
     O abandono do tratamento preventivo da raiva humana deixou em alerta a Diretoria de Vigilância Epidemiológica. Desde 2015, uma parcela significativa de pacientes na capital federal interrompe os cuidados. Em 2017, pelo menos 252 pararam a terapia da doença letal. O índice alcança 3,5 mil pessoas.
    Artigo anteriorSilvero Pereira substitui Pabllo Vittar no Criança Esperança
    Próximo artigoCrônica da cidade: 'Brasília avant-garde'