Espera para retirar visto para os EUA cai de três meses para dois dias

    0
    288

    Quem precisa tirar o visto para entrar nos Estados Unidos não encontrará nenhuma dificuldade para marcar entrevista na embaixada em Brasília. Desde o fim de dezembro, com a redução da procura dos interessados, devido ao período de férias e dos mutirões realizados no ano passado, é possível escolher a melhor data do atendimento. O encontro com o oficial de imigração norte-americana caiu de três meses para dois dias. A calmaria se repete no consulado do Rio de Janeiro, que dispõe de datas livres também em até 48 horas. Obter o documento em Recife e em São Paulo, os outros dois consulados que existem no país, a demora é de no mínimo 36 ou 79 dias, respectivamente.

    A embaixada garante que não vai medir esforços a fim de abrir novas datas livres para a realização das entrevistas, inclusive durante os fins de semana ou nos feriados daquele país. Desde ontem, o Consulado-Geral dos EUA em São Paulo liberou 2,1 mil vagas na cidade, para o próximo dia 21 (sábado). No ano passado, ocorreram nove mutirões em todo país. Até abril, serão realizados ao menos 12 nos quatro consulados brasileiros, sendo três em Brasília.

    Neste fim de semana, o esforço deve ocorrer no Rio e em Recife. O número de funcionários para o atendimento do público deverá aumentar de maneira geral. Pelo menos 50 novos funcionários integrarão as equipes, a fim de melhorar o sistema de entrevistas e dobrar a capacidade atual de cada posto consular.

    Multidão de turistas
    Em 2011, foram emitidos quase um milhão de vistos em todo o Brasil, um aumento de 57% na comparação com 2010. Brasília fechou o ano como a 20ª cidade no mundo com maior número de pedidos. De todas as pessoas que pediram a emissão do documento, apenas 5% não conseguiram a liberação.

    A embaixada norte-americana calcula que a procura de brasileiros deva continuar crescendo este ano. Para 2012, o aumento estimado é de 30%, o equivalente a 1,3 milhão permissões. O Brasil é hoje a quinta nação que mais envia visitantes aos Estados Unidos. Somente de Brasília, cerca de 100 mil aprovações foram feitas em 2011 — cerca de 400 por dia —, o que a torna a terceira unidade da Federação com o maior número de vistos emitidos.

    Precaução
    O servidor público Flávio Barreto, 21 anos, que pretende viajar para os Estados Unidos no fim do ano, entrou na fila na manhã de ontem. “Eu soube que o processo era muito burocrático e decidi me antecipar. Já que a validade é longa, prefiro não correr riscos.” Desde maio de 2010, o visto voltou a valer por 10 anos. “Esta é a primeira vez que faço o pedido e acho que tive sorte. Esperei o período das férias para resolver e pude marcar dois dias depois de preencher a papelada”, completa o servidor.

    Gastos de US$ 6 milhões
    A embaixada acredita que 1,5 milhão de brasileiros visitaram os Estados Unidos em 2011, superando o recorde de 1,2 milhão em 2010. De acordo com o Departamento de Comércio dos EUA, os brasileiros foram os que mais gastaram no país em 2010, contribuindo com quase US$ 6 bilhões para a economia norte-americana.

    Dicas
    Providências para ingressar nos Estados Unidos

    » É preciso ter passaporte com vencimento em, no máximo, seis meses.

    » A série de documentos exigidos muda de acordo com o tipo do visto que for tirado, como turista, trabalho e estudante. Todas as informações para cada caso estão especificadas no site: www.visto-eua.com.br.

    » Depois de preencher os documentos, o interessado deve agendar a entrevista. Além de conferir a cidade em que ocorrerá, a data e a hora, deve recolher uma taxa de R$ 38. O pagamento pode ser feito por meio de boleto bancário, cartões de débito ou crédito também pelo site.

    » A taxa para emissão do documento é de US$ 140, por pessoa. O valor deve ser pago, necessariamente, no CityBank. Há um dentro da embaixada dos EUA em Brasília. Quem agendou entrevista, pode fazer o pagamento na embaixada. A recomendação é levar o recibo de pagamento e, assim, economizar tempo em filas.

    » Para renovar ou tirar o passaporte pela primeira vez, o interessado deve checar as exigências no site da Polícia Federal (www.dpf.gov.br).

    Artigo anteriorEPTG terá 35 novos pardais a partir de fevereiro como medida emergencial
    Próximo artigoAntônio Sabino assume a administração do Cruzeiro