Atividade física ajuda a envelhecer com saúde

    0
    256

    saude

    O envelhecimento é um processo. É  importante cuidar da saúde em todos os ciclos da vida, mas a partir dos  60 anos o corpo humano sofre mudanças no sistema imunológico, deixando o organismo menos resistente a algumas doenças.

    Segundo a coordenadora da Área Técnica de Saúde da Pessoa Idosa do Ministério da Saúde, a psicóloga Cristina Hoffmann, nessa fase da vida é muito importante o  desenvolvimento de atividades físicas e a adoção de hábitos saudáveis,  como o consumo de frutas e vegetais. Cigarros e bebidas alcoólicas devem passar longe.

    Maria do Socorro Oliveira, 80 anos, é um exemplo a ser seguido. Diariamente ela realiza uma caminhada de 5 km,  além de manter uma alimentação leve e realizar exames de prevenção com  frequência. Para a aposentada, esses hábitos fazem com que ela tenha uma saúde melhor. “Não tenho diabetes, pressão alta e nenhum problema de  coração”, afirma.

    Para Maria, que é mãe de 5 filhos e tem  12 netos, a idade não trouxe tristezas nem preocupações, apenas aumento  de cuidados. “É uma alegria enorme ter uma vida longa. Ganhei uma festa  de 80 anos, é uma data boa”.

    No último mês, a aposentada tropeçou a  caminho da academia e fraturou ossos do ombro. A coordenadora de Saúde  da pessoa idosa, Cristina Hoffmann, lembra que acidentes como esse podem impactar na qualidade de vida do idoso. “A queda pode levar a fraturas  que terão como consequência a perda de autonomia e independência,  inclusive em atividades rotineiras antes realizadas com facilidade”,  afirma.

    A psicóloga ressalta ainda que muitos  destes acidentes acontecem dentro da residência, portanto, é  importante investir na segurança do ambiente, com a utilização de barras de  segurança, corrimãos, iluminação adequada, entre outras medidas.

    Apesar do susto, Maria do Socorro já  passou por processo cirúrgico e está em fase de recuperação. Ela está  ansiosa para voltar a se exercitar.  “Estou parada e não posso fazer  minha caminhada na lagoa, quero voltar logo”, conta animada.

    Cuidados – Com o crescente envelhecimento da população, houve aumento da demanda por serviços de saúde. Dados do Datasus apontam que em 2012 o SUS teve um gasto de aproximadamente R$ 82 milhões apenas com internação de idosos por fratura de fêmur.

    Em 2006 foi criada a Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa, através da Portaria n° 2528, que direciona medidas coletivas e individuais de saúde para a população maior de 60 anos. Um dos objetivos é promover a recuperação e  independência dos idosos.

    O atual desafio para a implementação  dessa Política Nacional é a organização da atenção integral à saúde das  pessoas idosas, parte da Rede de Atenção à Saúde (RAS), ordenada pela Atenção Básica e articulada com os programas estratégicos do ministério da Saúde.

    Fonte: Kathlen Amado / Blog da Saúde

    Artigo anterioro govenandor Agnelo Queiroz promove 2.142 policiais militares
    Próximo artigoEstudante do Uniceub, Felipe Dourado é encontrado na Rodoferroviária