Drácon: partidos aguardam Justiça para definir punição a distritais

    0
    256
    Os distritais alvos da Operação Drácon não sofrerão, a curto prazo, consequências políticas da admissão da denúncia por corrupção passiva no Conselho Especial do Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT) — ao menos se depender da Mesa Diretora da Câmara Legislativa e das Executivas Regionais dos partidos aos quais integram. Mesmo após a decisão dos desembargadores de torná-los réus, os presidentes das legendas na capital federal mantiveram o discurso de parcimônia, garantiram apoio aos envolvidos e minimizaram os impactos da situação na corrida eleitoral de 2018. Leia mais notícias em Cidades  Os parlamentares Celina Leão e Raimundo Ribeiro — ambos do PPS — terão tranquilidade para responder à ação penal. O presidente da legenda no DF, Chico Andrade, afirmou que o partido deixará que a Justiça conduza o processo e, politicamente, não tomará atitudes em desfavor dos distritais.
    Artigo anteriorEscola interditada em Planaltina não tem previsão para voltar a funcionar
    Próximo artigoTrês homens suspeitos de roubar carro entram em confronto com a polícia