Auditoria aponta 2,8 mil falhas nos centros de saúde do Distrito Federal

    0
    190
    Uma devassa em 63 centros de saúde evidenciou 2,8 mil falhas em um dos setores mais castigados da administração pública. A auditoria realizada pelo Instituto de Fiscalização e Controle (IFC), com apoio do Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios (MPDFT), deve apresentar relatório nos próximos dias com as conclusões e as recomendações de ajustes no serviço. Além de espaços inadequados, que limitam a quantidade de atendimentos, os auditores notificaram falta de medicamentos e insumos, aparelhos sem manutenção, baixa quantidade de profissionais e descarte inapropriado de lixo. Em algumas situações, os dejetos comuns e hospitalares são acondicionados juntos.
    Artigo anteriorApós confusão, PMs e agentes da Polícia Civil serão investigados
    Próximo artigoConsumo de agrotóxicos no DF cai 37% em três anos