Com menos prestação de serviço, repasse para UPAs será cortado pela metade

    0
    130
     A falta de mão de obra puxou para baixo o número de pacientes recebidos pelas unidades de pronto atendimento (UPAs) da capital federal. Entre 2015 e o ano passado, a quantidade de tratamentos recuou 29,4%. Passou de 416.321 para 293.
    Artigo anterior500 mil livros estão presos em depósito à espera de licitação no MinC
    Próximo artigoMaconha era cultivada em área da Floresta Nacional de Brasília