Polícia quer saber se Glauber conhecia vítima de latrocínio da 408 Norte

    0
    119
     A Polícia Civil aguarda um posicionamento oficial do Ministério da Cultura (MinC) e da Universidade de Brasília (UnB) para confirmar se existiu algum contato profissional ou acadêmico entre Glauber Barbosa da Costa, 42 anos, e a jornalista Maria Vanessa Veiga Esteves, 55, morta na última terça-feira, na 408 Norte, vítima de latrocínio. Segundo o Portal da Transparência, Glauber trabalhou no MinC entre 2010 e 2015, período que coincide com o de atuação da vítima no mesmo órgão, onde era funcionária desde 2013. Morador de uma quitinete na comercial da 208 Norte, a 400m do local do crime, ele abrigou a dupla responsável pela morte da servidora. Os suspeitos permaneceram no local até o momento da prisão, realizada menos de 24 horas depois do crime.
    Artigo anteriorRacionamento atinge o Sudoeste, Octogonal e Cruzeiro neste sábado
    Próximo artigoHomem quebra carro de ex-mulher e acaba preso por ameaça e violência