Como o Coronavírus afeta a bolsa de valores

0
106

 

De uma forma geral, podemos dizer que a Bolsa de Valores tem sido fortemente afetada pelas notícias do Coronavírus, devido às enormes incertezas que circundam o assunto.

Com isso, as empresas acabam postergando as suas decisões de investimentos. Afinal de contas, ninguém sabe os rumos que a economia mundial irá tomar. E muito menos quando essa crise chegará ao fim.

Com isso, os investidores também se sentem receosos em realizarem qualquer tipo de investimento. Dessa maneira, sempre que há especulações sobre o Coronavírus, a Bolsa de Valores pode ser ainda mais afetada.

Além disso, durante momentos como esse que estamos vivendo, de grandes incertezas, a tendência é que os investidores procurem por ativos que eles consideram como mais seguros. Afinal de contas, ninguém quer correr risco.

Assim, muitos investidores estão deixando de investir em mercados considerados emergentes, como é o caso do Brasil, e estão migrando as suas aplicações para o dólar, opções binárias e títulos da dívida pública norte-americana, por exemplo.

Com isso, as ações que são negociadas na Bolsa acabam caindo drasticamente, em praticamente todo setor. Com essa queda nos preços das ações, principalmente da xm corretora, os lançamentos de novas ofertas são prejudicados, assim como os IPOs também, que correspondem à recursos que as empresas utilizam com a finalidade de angariar recursos.

Em virtude de tudo isso, as empresas acabam tendo muitos problemas para conseguirem financiar as suas atividades.

Ainda que as alterações buscas em um índice de ações não causem um impacto direto nos caixas das companhias, elas acabam culminando em um grande impacto na economia real.

Afinal, elas consistem em uma enorme perda financeira tanto para os investidores pessoas físicas, quanto para os fundos. Com isso, provocam um efeito negativo no que se refere ao consumo das famílias.

E ainda por cima, todo esse cenário de incertezas vem trazendo consigo piores condições financeiras. Principalmente no que diz respeito ao crédito. Afinal, em momentos como esses, a tendência é que as instituições bancárias tenham mais cautela.

Afinal, qualquer sinal de diminuição no nível da atividade econômica, pode impactar diretamente na capacidade das empresas de realizarem os seus pagamentos. De uma forma resumida, qualquer especulação sobre o Coronavírus pode afetar a Bolsa de Valores, por causa da enorme sensação de incerteza que ela traz.

Assim, uma grande parte na queda dos preços dos papéis é proveniente do pessimismo e da expectativa negativa que os efeitos do Coronavírus causam sobre a economia real.

 

 

Deixe uma resposta