Finalmente, a vitória

0
116
Finalmente, a vitória
Com mais um gol na temporada, o artilheiro Bambam (dir.) ajudou o Azulão a conquistar a primeira vitória na Série C. Crédito da foto: Fábio Rogério (15/10/2020)

O São Bento conquistou ontem (15) a primeira vitória na Série C do Campeonato Brasileiro. Com gols de Bambam e Denner, os sorocabanos bateram o São José (RS), por 2 a 0, no Estádio Walter Ribeiro (CIC). O Bentão ainda permanece na zona do rebaixamento do Grupo B, em nono, agora com oito pontos, mas embola a tabela: ficam a três do primeiro time fora do Z2, que é o próprio Zequinha, com 11. No domingo, o Azulão viaja até Santa Catarina para encarar o Brusque, líder da chave, às 16h. O São José recebe o Tombense, na segunda-feira (19h), às 16h30.

O Bentão abriu o placar na primeira jogada ofensiva da noite. Alison fez o cruzamento do lado direito na segunda trave, Evandro bateu cruzado e encontrou Bambam que, bem posicionado, empurrou para o fundo da rede de Fábio.

O artilheiro do São Bento estava inspirado. Em uma cobrança de falta do canto direito da área dos gaúchos, Bambam bateu com categoria e obrigou Fábio a se esticar para evitar o segundo gol do centroavante beneditino.

O São José apostava nas jogadas pelas laterais e nos cruzamentos para incomodar os sorocabanos. Pelo lado direito, Maradona cruzou fechado e Paulo Vitor (substituindo Lucas Macanhan) saltou e espalmou, evitando que Tavares chegasse para cabecear.

Melhor no jogo, o São Bento chegava com facilidade ao campo ofensivo. Em um belo lançamento de Bambam para Ruan, o camisa 11 ajeitou para o pé direito e finalizou com força, mas foi parado pela defesa de Fábio.

A resposta gaúcha veio com Tavares. Filipe Guedes ajeitou para o camisa 9, que matou no pé e bateu com força para a boa defesa do goleiro beneditino Paulo Vitor.

No início da segunda etapa, o São Bento teve duas boas oportunidades e ambas passaram ao lado da trave esquerda dos gaúchos. Primeiro na finalização de Ruan e depois na cobrança de falta de Bambam.

Após as chances beneditinas, o São José passou a controlar o jogo. O Zequinha ficava com a bola, ocupava o campo ofensivo, mas parava na boa marcação sorocabana e pouco incomodava o gol de Paulo Vitor.

Sem muita criatividade, os gaúchos apostavam nos cruzamentos. Kelvin pegou errado na bola e mandou direto para o gol, mas o goleiro beneditino estava atento e conseguiu fazer a defesa.

Com o placar favorável, o São Bento jogava no contra-ataque. E foi assim que ampliou. Bambam lançou Pablo, que em velocidade arrancou e cruzou para Denner. O meia ajeitou, limpou o zagueiro e bateu colocado no canto esquerdo alto: 2 a 0.

Precisando correr atrás do placar, o time visitante até tentou pressionar o Bentão, mas sem muita organização ofensiva parava na boa noite defensiva beneditina. Nos minutos finais, o São Bento ficou mais com a bola e venceu a primeira na Série C. (Zeca Cardoso)

SÃO BENTO x SÃO JOSÉ

São Bento – Paulo Vitor; Alison (Lucas Silva), Bruno Leonardo, Douglas Assis (Dogão) e Pablo; Fábio Bahia, Evandro e Thiago Primão (Léo Aquino); Coutinho (Erick Luís), Ruan (Denner) e Bambam. Técnico: Edson Vieira

São José – Fábio; Felipe Mattioni (Lissandro), Marcão, Cleiton e Marcelo; Diguinho, Filipe Guedes, Vitor Júnior (Márcio Jonatan), Kelvin e Maradona (Verza); Tavares (Romário). Técnico: China Balbino

Gols – Bambam, aos cinco minutos do 1º tempo, e Denner, aos 37 minutos do 2º tempo (São Bento)

Árbitro – João Ennio Sobral (RJ)

Cartões amarelos – Coutinho e Denner (São Bento); Cleiton, Marcão, Verza (São José)

Local – Estádio Walter Ribeiro (CIC)

O post Finalmente, a vitória apareceu primeiro em Jornal Cruzeiro do Sul.