Lary encerra ciclo na carreira com EP feminista e músicas autorais

0
80

A cantora e compositora carioca Lary viveu nos últimos dois anos um processo de amadurecimento e descobertas pessoais, dentro e fora da carreira. Após percorrer diversos estilos e caminhos na música, ela diz ter se encontrado no R&B, ao mergulhar na construção de um ábum em 4 EPs, carregado de referências importantes. Processo esse que a motivou a compor mais.

“Esse trabalho me aproximou muito de outras mulheres , foi uma fase onde aprendi e sigo aprendendo sobre o feminismo, empatia e o amor próprio. Passei a me conhecer melhor, a entender minhas vontades e meus medos e a lidar com eles, e a me ouvir mais”, afirma Lary.


0

A artista afirma que essa mudança de olhar para o próprio trabalho também contribuiu com sua vida pessoal. “Isso afetou 100% na minha autoestima, de uma forma bem positiva. Quando a gente passa a fazer algo por nós, seguindo aquilo que de fato acreditamos, o resultado vem com a nossa cara, nossa identidade, nossa verdade. E eu vejo o projeto dos EPs assim. Foi um projeto onde me doei evoluí muito!” explica.

As letras das músicas também acompanharam essa mudança, motivando a cantora a dar vazão à habilidade de compor. assinando cada vez mais composições próprias e para outros cantores.  “Passei a colocar mais energia nesse processo, e tudo fluiu bem mais. Passei inclusive a compor pra outros artistas, algo que nunca tinha feito. Só nos últimos meses, compus músicas para Clau, 3030, Rebecca, Wanessa Camargo e Francinne” completa a cantora.

O post Lary encerra ciclo na carreira com EP feminista e músicas autorais apareceu primeiro em Metrópoles.