GDF Presente deixa Vicente Pires bem-cuidada após as chuvas

0
37

Equipes atuaram para desentupir bocas de lobo, limpar as ruas, retirar a lama e tapar buracos

IAN FERRAZ, DA AGÊNCIA BRASÍLIA | EDIÇÃO: RENATA LU
Foram retirados caminhões de entulho com o apoio de mini-carregadeiras, retroescavadeira, caminhão toco e um caminhão trucado| Foto: GDF Presente

Equipes da administração regional de Vicente Pires e do GDF Presente trabalharam nos últimos dias para minimizar os prejuízos causados pela chuva na cidade. Em toda a região foram feitos serviços de patrolamento, desentupimento de bocas de lobo, limpeza de ruas, retirada de inservíveis, operação tapa-buraco e ações de combate à dengue.

A força-tarefa cuidou, por exemplo, de desobstruir duas bocas de lobo e retirar a lama em frente à Paróquia Nossa Senhora das Vitórias, localizada na Rua 4A. O local estava alagado e recebeu a atenção dos profissionais, que também ajudaram a combater a proliferação da dengue ao eliminar a água parada que se acumulou em frente à paróquia. Foram retirados cinco caminhões de entulho numa ação que contou com cinco profissionais, duas mini-carregadeiras (Bobcat), uma retroescavadeira, um caminhão toco e um caminhão trucado.

Com essa ação na igreja, minimizamos a questão da dengue na regiãoRodrigo Caverna, coordenador do Polo Central II

Coordenador do Polo Central II, Rodrigo Caverna falou sobre a importância do trabalho do GDF Presente no local. “Com essa ação na igreja, minimizamos a questão da dengue na região. Temos uma preocupação com o mosquito Aedes aegypti e essa limpeza ajuda nisso”, afirma.

GDF Presente também atuou na Rua 10B onde foi feita uma limpeza com patrol, caminhão e pá mecânica. Na mesma rua, os profissionais ajudaram um morador da Chácara 129 a recolher o muro da casa que desabou por conta da chuva. A equipe recolheu o material a pedido do morador.

Também foram limpas as Ruas 3, 5 e 8, além de um trabalho de tapa-buraco na Rua 10, próxima à Estrutural, e também na Avenida da Misericórdia. Na Rua 6 uma erosão foi contida após uma resposta rápida dos profissionais.

Em toda a região foram feitos serviços de patrolamento, desentupimento de bocas de lobo, limpeza de ruas, retirada de inservíveis, operação tapa-buraco e ações de combate à dengue | Foto: GDF Presente

Os trabalhos também foram reforçados por órgãos como o Departamento de Trânsito (Detran), Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER/DF) e Serviço de Limpeza Urbana (SLU). O DER/DF, por exemplo, recuperou o asfalto que foi arrancado pela chuva em parte da EPTG. O Detran pintou lombadas na Rua 7 e o SLU garantiu a limpeza da cidade ao fazer a varrição.

“A chuva foi muito forte, torrencial, mas não passamos mais pelos processos de anos anteriores. Tivemos alguns transtornos porque choveu três vezes mais do que era previsto, mas conseguimos fazer muita coisa, desde tapa-buracos até desobstrução de bocas de lobo e recolhimento de inservíveis”, explica o administrador de Vicente Pires, Daniel de Castro.

Deixe uma resposta