Sorocaba lança Escola de Economia Criativa

0
24
Sorocaba lança Escola de Economia Criativa
Solenidade aconteceu ontem no Parque Tecnológico de Sorocaba. Aulas começam 22 de março. Crédito da foto: Ana Cláudia Martins (22/2/2021)

O Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS) lançou a 1ª Escola de Economia Criativa do Estado, e um centro de desenvolvimento e inovação, em parceria com a Prefeitura de Sorocaba e o Senac. O evento ocorreu ontem (22) à noite, no PTS.

O projeto tem como objetivo oferecer cursos para que os empreendedores locais possam adquirir novos conhecimentos e ferramentas para trabalhar, criar soluções e gerar conexões na comunidade e no ecossistema da economia criativa.

As inscrições para os cursos oferecidos pela Escola Criativa do PTS já podem ser feitas pelo link: https://www.sym pla.com.br/escola-de-economia-cri ativa__1127589.

Ao todo, são 15 módulos, sendo oito na Trilha 1 (iniciantes) e sete na Trilha 2 (aperfeiçoamento). As aulas abordarão práticas inovadoras e sustentáveis, capazes de mudar o comportamento e transformar realidades pelo empreendedorismo em negócios criativos.

Os valores são R$ 45 para iniciantes e R$ 60 para aperfeiçoamento, e os módulos e cronogramas também podem ser acessados pelo mesmo link. Todos receberão certificado de conclusão.

Os módulos terão diferentes datas de início, sendo a primeira no dia 22 de março. A carga horária varia de 8 a 24 horas/aula, dependendo do módulo. Na trilha iniciante, estão temas, como: Economia Criativa Descomplicada; Precificação de Produtos e Serviços Criativos e Comunicação Integrada para Criativos, “ Onde começar? Já, na trilha aperfeiçoamento é possível encontrar assuntos, como: Coolhunting Novas tendências no mercado criativo; Novas Formas de Captação de Recursos e Laboratório Criativo Potencializando meu Negócio de Games. “Todas as atividades que visam à geração de emprego e renda têm o apoio do Parque Tecnológico”, afirma o presidente do PTS, Nelson Tadeu Cancellara.

Setores da economia criativa

Economia criativa é o conjunto de negócios baseados no capital intelectual e cultural e na criatividade que gera valor econômico. É o setor que usa a criatividade como fonte para construção de produtos, serviços ou experiências inovadoras.

No Brasil, há 20 setores que fazem parte da economia criativa. São eles: animação, arquitetura, artesanato, artes cênicas, artes visuais, audiovisual, cultura popular, design, entretenimento, eventos, games, gastronomia, literatura e mercado editorial, moda, música, publicidade, rádio, software aplicado à área, turismo cultural e TV. Nos últimos anos, o setor ganhou grande destaque, a ponto de ser considerado o de crescimento mais rápido no mundo. (Ana Cláudia Martins)

O post Sorocaba lança Escola de Economia Criativa apareceu primeiro em Jornal Cruzeiro do Sul.