Scarpa decide e deixa Palmeiras perto de mais uma taça

0
18
Jogadores do Palmeiras vibram com o gol de falta de Scarpa. Crédito da foto: Marcelo Endelli / AFP

Depois de uma temporada do ano passado desgastante pelo grande número de jogos seguidos, o Palmeiras começou sua caminhada em 2021 com um pouco mais de calma. Com o Paulistão paralisado por conta da pandemia do novo coronavírus, o time teve um bom tempo para se preparar para o primeiro jogo da decisão da Recopa Sul-Americana. Ontem, em Buenos Aires, o time até passou um sufoco, mas venceu o Defensa Y Justicia por 2 a 1. O jogo de volta está marcado para a próxima quarta-feira, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, e o Palmeiras ficará com o título se empatar.

O jogo entre o campeão da Copa Libertadores e o campeão da Copa Sul-Americana não foi diferente do que se esperava. No começo da partida, o Defensa Y Justicia tentou manter o Palmeiras acuado em seu próprio campo e Weverton precisou fazer grande defesa em chute de Brian Romero logo aos 4 minutos.

Após o susto, o Palmeiras tentou acalmar a partida. Após um passe longo que mais pareceu um chutão, Viña interceptou e tocou rápido para Willian. Ele viu Rony se infiltrando entre os zagueiros do Defensa Y Justicia e deu um passe primoroso para o atacante, que ajeitou a bola com a cabeça e tocou na saída de Unsain.

O Defensa Y Justicia voltou a ocupar o campo de defesa do Palmeiras no segundo tempo. Aos 12, Walter Bou deu excelente passe no meio da defesa do Palmeiras para Brian Romero, que entrou sozinho e tocou para o gol.

O gol de empate fez o técnico Abel Ferreira mexer no seu time. Em pouco tempo, o português fez quatro alterações e a equipe passou a controlar mais o jogo. Aos 18, em falta pela esquerda, Gustavo Scarpa exigiu grande defesa do goleiro Unsain. Dez minutos depois, ele não perdoou: de frente para o gol, bateu no canto esquerdo de Unsain, que se atrapalhou. (Da Redação)

Defensa Y Justicia 1 x 2 Palmeiras

B – Unsain; Rodríguez, Frías, Meza e Benítez; Loaiza, Fernández, Pizzinie (Martínez) e Rotondi (Isnaldo); Brian Romero e Walter Bou. Técnico: Sebastián Beccacece

Palmeiras – Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gomes e Viña; Felipe Melo (Patrick de Paula), Zé Rafael (Danilo) e Raphael Veiga (Gustavo Scarpa); Brenno Lopes (Mayke), Rony e Willian (Esteves). Técnico: Abel Ferreira

Gols – Rony, aos 15 minutos do primeiro tempo. Romero, aos 12, e Scarpa, aos 28 minutos do segundo tempo

Cartões Amarelos – Luan, Lucas Lima (banco), Benítez, Meza, Viña, Scarpa e Patrick de Paula

Árbitro – Andrés Rojas (Colômbia)

Local – Estádio Norberto Tomaghello, em Buenos Aires, na Argentina

O post Scarpa decide e deixa Palmeiras perto de mais uma taça apareceu primeiro em Jornal Cruzeiro do Sul.