Presidente do Equador decreta estado de exceção por violência e narcotráfico

0
40

O presidente do Equador, Guillermo Lasso, decretou estado de exceção na noite desta segunda-feira (18/10). O comunicado foi feito em cadeia nacional de TV. Segundo o mandatário, “as Forças Armadas serão sentidas com força”.

“Começando de imediato, nossas Forças Armadas e policiais se sentirão com força nas ruas porque estamos decretando o estado de exceção em todo o território nacional”, disse.

A princípio, a medida será válida por 60 dias, e tem como objetivo combater o narcotráfico e a violência no país. Segundo ele, foi criado a Unidad de Defensa Legal de la Fuerza Pública, que apresentará plano de reforma das Forças Armadas, “mais forte, sólida e comprometida”. Lasso ainda anunciou novo ministro da Defesa, Luis Hernández, para o lugar de Fernando Donoso, renunciou pela manhã.

O estado de exceção dá poder ao Executivo de suspender direitos constitucionais e utilizar forças de segurança para enfrentar o momento de crise.

Crise

O país vive crise carcerária, com inúmeros motins. A mais recente rebelião — entre grupos criminosos ligados a cartéis do México e da Colômbia –, no final de setembro, terminou com 118 mortos, um dos piores massacres penitenciários já registrados na América Latina.

O post Presidente do Equador decreta estado de exceção por violência e narcotráfico apareceu primeiro em Metrópoles.