Caetano Veloso receberá R$ 38 mil por ser chamado de “macaco pedófilo”

0
59

A Justiça do Rio de Janeiro condenou uma mulher a pagar R$ 38,6 mil ao cantor Caetano Veloso por danos morais. A farmacologista Maria Carla Petrellis chamou o músico de “macaco pedófilo” nas redes sociais em 2017.

Na nova decisão, o juiz Luiz Antonio Valiera do Nascimento, da 39ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, estipulou um prazo de 15 dias para o pagamento, sob pena de multa. As informações são do Estadão. Ele já havia dado uma sentença de R$ 30 mil para o caso, mas reavaliou o valor.

Entenda o caso

Tudo começou quando, em outubro de 2017, o grupo MBL, o Movimento Brasil Livre, postou que Caetano teria cometido pedofilia ao manter relação com Paula Lavigne — ambos iniciaram relação quando ela tinha 13 anos e ele, 40. Após a divulgação, o blogueiro Flavio Mongenstem criou a hashtag #CaetanoPedofilo, e foi condenado a indenizar o compositor em R$ 120 mil.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1

Publicidade do parceiro Metrópoles 2


0

E foi em um post da revista Fórum sobre a atitude de Flavio Mongenstem que Maria Carla teria feito o comentário pelo qual está pagando atualmente. No tweet que virou alvo do processo, a pesquisadora também compartilhou uma matéria da Folha de S. Paulo em que Paula Lavigne afirmou ter perdido a virgindade com o cantor aos 13 anos.

A defesa do cantor alega que, à época do casamento de Caetano e Lavigne, em 1986, não havia a atual previsão de crime nas relações sexuais entre maiores e menores de 14 anos — a discussão era caso a caso, a cargo do juiz, com base no comportamento do menor de idade.

The post Caetano Veloso receberá R$ 38 mil por ser chamado de “macaco pedófilo” first appeared on Metrópoles.

Artigo anteriorFórum Amigos da Amazônia reúne famosos para debater o bioma
Próximo artigoDesirée, nova brasileira do Now United, reforça presença negra no pop