Estádio da final da Champions já foi palco de “milagre” em 2005

0
74

Neste sábado (10/6), Manchester City e Internazionale de Milão entram em campo às 16h (horário de Brasília), para a grande final da Champions League 2022/23.

A partida será disputada no histórico Estádio Olímpico de Atatürk, localizado em Istambul, na Turquia. Vale lembrar que o estádio foi palco da decisão de 2005, entre Milan e Liverpool, uma das maiores finais da história da competição continental, conhecida como o milagre de Istambul.

Outra curiosidade é que, assim como em 2005, a final deste ano também será disputada entre um time inglês e um italiano.

O milagre

No dia 25 de maio de 2005, Milan e Liverpool entraram em campo em busca do título da Champions. Dois times de muita tradição e muita camisa na competição.

Já se imaginava que seria uma final marcante, no entanto, o que os 72 mil torcedores presentes no Estádio Olímpico de Atatürk não sabiam é que iriam presenciar um verdadeiro milagre.

Logo no primeiro minuto de jogo, o time italiano abriu o placar com gol de Maldini. Ainda na etapa inicial, o atacante argentino Hernán Crespo, ex-técnico do São Paulo, marcou mais dois gols e ampliava significativamente a vantagem do Milan.

Com três gols de vantagem no placar, a final já parecia decidida e o Milan de Dida, Cafu e Kaká parecia estar com a mão na taça. Porém veio o segundo tempo e tudo mudou.

Em apenas seis minutos, dos 9 aos 15 da etapa final, o Liverpool empatou a partida com gols de Gerrard, Vladimír Šmicer e Xabi Alonso.

Nas penalidades o Liverpool levou a melhor e venceu por 3 x 2, garantindo sua quinta Champions League da história.

The post Estádio da final da Champions já foi palco de “milagre” em 2005 first appeared on Metrópoles.

Artigo anteriorNeymar e Vini Jr acompanham final da NBA em Miami
Próximo artigoEm Istambul, City e Inter de Milão decidem título da Champions League