Cria de Brasília, MC Sid faz rap sobre pressão estética contra gordos

0
139

Lucas Luan iniciou sua trajetória em batalhas de rima de Brasília e, das ruas da capital, seguiu para carreira no mundo do rap nacional. Hoje conhecido como MC Sid — apelido que o acompanha desde a adolescência — e dono de grandes sucessos, o rapaz lançou o single Perca Peso no último dia 19. A nova faixae, que já conta com mais de 45 mil visualizações no Spotify, faz parte do EP Noias e Neuras.

“Cria” das batalhas de rap no Distrito Federal, o rapaz venceu o Duelo Nacional de MCs, maior batalha de freestyle do país, em 2016. Desde então, sua carreira alavancou e ele passou a estourar com músicas que falam sobre as desigualdades sociais.

Assista a entrevista completa com MC Sid:

“A galera se reunia na rua para fazer a expressão acontecer ali. A mágica da batalha de rima não é ganhar, não era ficar famoso. É ser ouvido. A minha família era diferente, era delicado em casa, era um bagulho ruim… eu era um aluno com nota baixa, taxado de burro em casa, taxado de burro na escola. E eu chegava numa roda de rima com um monte de gente que nunca me viu e a galera me ouvia”, descreve ele.

Em Perca Peso, Sid faz críticas sobre pressão estética, distorções de imagem, autoestima e apontamentos sobre como é confundível o que de fato é saudável e o que é prejudicial à saúde, nessa busca constante pelo corpo perfeito:

Publicidade do parceiro Metrópoles 1

Publicidade do parceiro Metrópoles 2

Publicidade do parceiro Metrópoles 3

Publicidade do parceiro Metrópoles 4


0

“Eu não tenho um tipo, eu não sou a pessoa gorda, eu não sou pessoa muito magra, mas ainda assim, engordei alguns quilinhos na pandemia. Eu já não dormia sem camisa, podia estar o calor que fosse, eu não tirava a camisa. Olha a delicadeza da nossa autoestima [quando] relacionado ao corpo.”

Além de Perca Peso, Noias e Neuras também conta com as músicas Copo na Mão, Saudade, Eu Sou Dinheiro, Sociedade do Espetáculo e Hahaha. Ouça o EP clicando aqui.

Artigo anteriorCrítica: The Flash não é bom como dizem, mas é um ótimo filme de herói
Próximo artigoDeputado do DF pede que Nikolas Ferreira seja investigado por falas LGBTfóbicas