Drogas -Pacientes mantidos em cárcere privado são resgatados de clínica ilegal

0
31

A operação da PCGO aconteceu nessa terça-feira (9/7) em Anápolis. Diversos homens estavam internados contra a própria vontade

Uma clínica de reabilitação clandestina, localizada em Anápolis, foi alvo de operação pela Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) nessa terça-feira (9/7). O local mantinha 15 pessoas internadas de forma irregular, muitas delas compulsoriamente, já que não queriam estar ali.

A fiscalização e resgate de pacientes aconteceu por meio da 5ª Delegacia Distrital de Polícia de Anápolis, com apoio da Delegacia de Goianápolis, Superintendência de Identificação Humana/PCGO, Polícia Militar, Polícia Científica, Ministério Público, Secretarias Municipal de Saúde e Integração Social, CAPS e Vigilância Sanitária.

Uma denúncia de que pessoas estariam em cárcere privado no estabelecimento levou os policiais até o local, que funcionava a partir de familiares que contratavam os serviços da clínica. Depois do contato, a instituição clandestina providenciava a captura dos pacientes, de forma irregular, e as internava compulsoriamente.

A PCGO encontrou diversos homens internados contra a própria vontade e em situação degradante. Os internos foram identificados e acolhidos pela assistência social do município de Anápolis e Gerência de Saúde Mental e serão encaminhados para suas famílias.

A Polícia Civil destacou que a Lei de Drogas autoriza a internação compulsória somente por meio da formalização do médico responsável. Além disso, a internação deve durar no máximo 90 dias e ser comunicada imediatamente ao Ministério Público.

O responsável pela clínica clandestina já foi identificado e notificado, e deve ser ouvido nos próximos dias. Caso condenado, a pena dos crimes pode ultrapassar os 5 anos de prisão.

Fonte:Metropoles

Artigo anteriorAbsurdo-Pai e filho batem em adolescente até a vítima desmaiar em condomínio no DF
Próximo artigoMatrículas de selecionados no QualificaDF vão até esta quinta (11)