Chefe da ONU vê risco iminente de guerra civil em grande escala na Síria

    0
    274

    O secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, disse nesta quinta-feira (7) que existe um crescente risco de uma guerra civil em grande escala na Síria, após mais de um ano de violência na revolta contra o governo do presidente Bashar al Assad.

    Não há sinal de trégua entre as forças oficiais e os rebeldes, disse Ban após reunião a portas fechadas com o Conselho de Segurança da ONU para tratar da crise.

    “O povo sírio está sangrando”, disse a jornalistas. “Eles estão furiosos. Eles querem paz e dignidada. Acima de tudo, eles querem ação.”

    “O perigo de uma guerra civil é iminente e real”, disse. Segundo Ban, “terroristas estão explorando o caos” no país.

    Fora de controle’
    Na mesma reunião, o enviado da ONU e da Liga Árabe à Síria, Kofi Annan, disse que a crise síria logo vai ficar “fora de controle” se a pressão internacional não produzir resultados rapidamente.

    Annan pediu que as potências mundiais advirtam o presidente Assad das “graves consequências” se ele não cumprir o estipulado no plano de paz da ONU para o país em conflito, segundo diplomatas citados pela Reuters e pela France Presse.

    “Quanto mais esperamos, mais obscuro parece o futuro da Síria”, disse aos 15 membros do conselho. O conselho deve aplicar uma “pressão unificada” a Assad, completou o ex-secretário-geral da ONU, destacando que a iniciativa de paz não pode ter “final aberto”.

    Artigo anteriorR10 planeja a sua história no Galo e afirma que Fla já é coisa do passado
    Próximo artigoHospitais do DF terão novo controle de frequência de funcionários