Metrô e rodoviários no DF aderem às paralisações contra reformas

    0
    194
     Nenhum ônibus das cinco empresas que atuam no Distrito Federal ou trem da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) saiu das garagens. Desde o começo da manhã desta sexta-feira (30/6), só se viam carros particulares nas principais pistas que cortam o DF e ônibus vindos do Entorno do DF. Rodoviários e metroviários são algumas das categorias que prometeram cruzar os braços nesta sexta-feira, em protesto contra a aprovação das reformas Trabalhista e da Previdência. A previsão é de que os serviços fossem interrompidos por 24 horas, entre a meia-noite de sexta e a meia-noite de sábadoAlguns passageiros permaneciam nas paradas de ônibus aguardando algum tipo de transporte.
    Artigo anteriorComeça a revitalização do espaço de lazer próximo à Ponte JK
    Próximo artigoTrânsito é intenso nas principais pistas do DF; há registro de protesto