Dono de quitinete diz que era ameaçado por suspeitos de latrocínio

    0
    180
    Glauber Barbosa da Costa, 42, dono do apartamento onde foram encontrados os dois acusados de participação do latrocínio (roubo com morte) de Maria Vanessa Veiga Esteves, 55 anos, afirma que perdeu o controle da situação quando abrigou um grupo de moradores de rua em casa. Dentre eles, a dupla acusada do crime. Ele conta que deixou o grupo viver em sua quitinete, na 208 Norte, inicialmente, por uma semana, mas diz que sempre que perguntava quando iriam embora, era ameaçado.Leia mais notícias em CidadesAlém da dupla acusada do latrocínio contra Maria Vanessa, passaram a morar na quitinete de um quarto e um banheiro, segundo Glauber, um terceiro homem e uma adolescente.
    Artigo anteriorAcusado de latrocínio na Asa Norte tem prisão preventiva decretada
    Próximo artigo“Jogos Vorazes” e “Crepúsculo” podem ter continuação