Hospital de Base descarta transferência de ex-senador boliviano ao HFA

    0
    159
    O Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF) descartou a possibilidade de transferir o ex-senador da Bolívia Roger Pinto Molina para um leito na UTI ao Hospital das Forças Armadas (HFA), pois ele permanece instável e continua a respirar com o auxílio de aparelhos. Leia mais notícias em Cidades Molina, 57 anos, sofreu politraumatismo — com traumatismo cranioencefálico — após o avião de pequeno porte que ele pilotava cair próximo ao Clube Aeronáutico de Luziânia, no sábado (12/8). Hospitalizado no mesmo dia do acidente, os médicos fizeram a drenagem bilateral no tórax e traqueostomia de urgência. Ele havia conseguido um leito na UTI do Hospital das Forças Armadas (HFA), mas o quadro de saúde se manteve instável durante todo o dia.
    Artigo anteriorAmigos e familiares homenageiam servidora do MinC em missa de sétimo dia
    Próximo artigoGDF recorrerá de decisão que definiu ilegalidade do aumento das passagens