“Desespero”, define vítima que teve casa destruída por água de adutora

    0
    294
     Em meio à mais rígida crise hídrica da história do Distrito Federal, o rompimento de uma adutora fez o excesso de água causar destruição e caos nas regiões próximas ao Viaduto Israel Pinheiro, na Estrada Parque Taguatinga (EPTG). A força da água, que jorrou das 5h às 6h50 de ontem, foi tão grande que pedaços da adutora caíram nas pistas ao redor da estrutura viária. Um rio de lama se formou e invadiu casas do Condomínio Village das Pedras, em frente ao ponto da ruptura. Em uma das residências, a analista de sistemas Vanessa Dantas, 33 anos, precisou quebrar a janela do quarto dos filhos para salvá-los.
    Artigo anteriorCinco motivos para assistir a “Os Defensores”, nova série da Netflix
    Próximo artigoMotoristas enfrentam trânsito intenso na EPTG após rompimento de adutora