Polícia prende dois suspeitos da morte de padre polonês em Brasília

0
223

Quatro pessoas estariam envolvidas no crime — o terceiro suspeito está foragido e o quarto pode ser um menor de idade não identificado

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu nesta terça-feira, 24, dois suspeitos do assassinato do padre polonês Kizimierz Wojno, de 71 anos, mais conhecido como padre Casemiro, morto no último sábado, 20. A polícia trabalha com a hipótese de que pelo menos quatro pessoas estariam envolvidas no crime. O terceiro suspeito, Daniel Souza da Cruz, de 29 anos, está foragido.

Há a suspeita de que o quarto participante seja um adolescente menor de idade, ainda não identificado. Foram cumpridos dois mandatos de prisão temporária para Alessandro de Anchieta Silva, de 19 anos, e Antônio Willyan Almeida Santos, de 32 anos. O delegado Laércio Rossetto, da 2ª Delegacia de Polícia, afirmou que “foi um crime planejado”.

O padre Casemiro foi estrangulado com fios de arame e morto na noite de sábado após missa na Paróquia Nossa Senhora da Saúde, na Asa Norte de Brasília. Os quatro suspeitos teriam amarrado os pulsos, as pernas e o pescoço do padre, na altura da cervical. Os criminosos também arrombaram os cofres localizados na casa paroquial. O caseiro José Gonzaga da Costa, de 39 anos, teve os pulsos e as pernas imobilizadas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui