Tricolor ambiciona a liderança da chave na Copa Libertadores

0
17
Tricolor ambiciona a liderança da chave na Copa Libertadores
Pablo se recuperou de contusão e pode ficar no banco. Crédito da foto: Rubens Chiri / Sãopaulofc.net

Mais de seis meses após a sua última partida pela Copa Libertadores, o São Paulo volta a jogar pela competição nesta quinta-feira (17), às 19h, contra o River Plate, no Morumbi. No duelo, da terceira rodada, o Tricolor precisa vencer o atual vice-campeão para não se complicar na briga pela classificação ao mata-mata e também para manter o tabu de nunca ter perdido para uma equipe argentina em seus domínios: são 11 jogos, com 10 vitórias e um empate.

As duas equipes estão com três pontos. O River é o segundo colocado por ter saldo de gols superior ao do São Paulo, o terceiro. O líder é a LDU, que foi aos seis pontos com o triunfo sobre o lanterna Binacional na terça-feira (15). Portanto, basta ao Tricolor ganhar o jogo que promete ser o mais difícil até aqui para saltar à liderança. Mas, em caso de derrota, ficará em situação delicada, visto que dois dos dos três jogos restantes serão disputados fora de casa.

“Acredito num jogo muito difícil. É um time muito competitivo, joga junto há muitos anos com o mesmo treinador (Marcelo Gallardo). É um jogo dificílimo, no nível de São Paulo x River Plate. Independentemente de o River estar sem jogo oficial, será um jogo muito difícil pela grandeza e por estar junto com o mesmo treinador há anos”, projetou o goleiro Tiago Volpi.

A novidade do técnico Fernando Diniz para o duelo poderá ser Pablo. O atacante se recuperou do descolamento de um músculo que liga a costela ao abdômen e volta a ficar à disposição depois de perder os últimos três jogos. Se não começar jogando, é provável que Paulinho Boia seja escalado. Luciano, suspenso por três rodadas no torneio por ter sido expulso quando atuava pelo Grêmio, não joga, e Daniel Alves, ainda em recuperação de um fratura no braço, também segue fora.

O principal desafio do River é a falta de ritmo. A última vez que os comandados de Marcelo Gallardo disputaram um jogo oficial foi no dia 11 março. Na ocasião, fez 8 a 0 no Binacional, do Peru, em duelo da segunda rodada do torneio continental. A equipe argentina voltou aos treinamentos há pouco mais de um mês.

“Vamos ter uma equipe aguerrida. Da melhor forma que podemos entrar em campo. Os jogadores estão com vontade de jogar, de ganhar”, salientou Gallardo. O atacante Lucas Pratto, ex-São Paulo, que trata uma lesão na coxa direita, e o lateral-esquerdo Milton Casco, diagnosticado com Covid-19, são as baixas do time argentino. (Estadão Conteúdo)

São Paulo x River Plate

São Paulo – Tiago Volpi; Igor Vinicius, Diego, Léo e Reinaldo; Tchê Tchê, Gabriel Sara, Hernanes e Igor Gomes; Vitor Bueno e Pablo (Paulinho Boia). Técnico: Fernando Diniz

River Plate – Armani; Montiel, Martínez Quarta, Javier Pinola e Angileri; Enzo Pérez, Julián Álvarez, Ignacio Fernández e Nicolás de la Cruz; Matías Suárez e Borré. Técnico: Marcelo Gallardo

Árbitro – Esteban Ostojich (Uruguai).

Local – Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Horário – 19h

O post Tricolor ambiciona a liderança da chave na Copa Libertadores apareceu primeiro em Jornal Cruzeiro do Sul.