Justiça nega pedido de liminar que Thelma moveu contra Eduardo Bolsonaro

0
37

A campeã do BBB20, Thelma Assis, teve um pedido de liminar contra o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) negado, na última sexta-feira (22/1), pela Justiça. A médica, e atual apresentadora global, pedia que fossem excluídas as publicações negativas feitas pelo filho do presidente da República sobre ela em suas redes sociais.

“Ex-BBB Thelminha embolsou R$ 180 mil do prefeito Bruno Covas, dinheiro dos paulistanos, para dizer para você salvar vidas ficando em casa e ela ir curtir ano novo numa praia ‘cazamiga’”, escreveu, à época, o deputado.

A juíza Paula Fernanda Navarro não considerou a postagem ofensiva: “Os fatos trazidos como ofensivos não são falsos, conforme relatos da própria autora que confirmou que está em uma ilha em companhia de outros oito amigos. O valor recebido pela propaganda institucional também não foi especificamente infirmado pela requerente”, sentenciou.

Navarro também negou o pedido de Thelma para que o caso corresse em segredo de justiça: “O fato de as partes serem pessoas públicas conhecidas não confere, por si só, esse direito”. Outra juíza, Cinara Palhares, também negou o pedido por problemas na petição: Thelma não havia informado o CPF e RG do filho do presidente, por exemplo.

O post Justiça nega pedido de liminar que Thelma moveu contra Eduardo Bolsonaro apareceu primeiro em Metrópoles.