Colisão de matéria escura pode gerar brilho na Via Láctea

0
16

Cientistas detectaram um brilho misterioso na Via Láctea, o qual acredita-se ser resultado da colisão de partículas pesadas de matéria escura no centro da galáxia. Apesar de a fonte da luz ainda não ser totalmente compreendida, pesquisadores da Universidade de Estocolmo e do Centro Oskar Klein para Física de Cosmopartículas, na Suécia, apontaram que o fenômeno pode estar relacionado com o excedente de radiação de raios gama (GCE) e com estrelas de rotação extremamente rápida, chamadas pulsares de milissegundos.

“A parte mais interessante da descoberta é indicar que a matéria escura pode explicar o excesso do centro galáctico, em combinação com observações de galáxias próximas”, disse Mattia di Mauro, líder da nova pesquisa publicada na revista científica Physical Review D. A observação ocorreu após análises da influência do brilho de raios gama em partículas de matéria escura, através de dados do telescópio espacial Fermi Gamma-ray Space, da NASA, em conjunto com experimentos conduzidos na Estação Espacial Internacional.

Leia mais…