Homem que deu tapa no rosto do presidente da frança Macron é condenado a 4 meses de prisão em regime fechado

0
104

Damien Tarel, de 28 anos, admitiu ter batido no rosto do presidente francês. Além da prisão, ele perdeu os direitos civis por três anos

Damien Tarel, de 28 anos, admitiu ter batido no rosto do presidente francês, Emmanuel Macron. Ele foi condenado, nesta quinta-feira (10/6), a quatro meses de prisão em regime fechado. O francês foi até uma audiência de julgamento imediato no Tribunal de Valence, após cumprir 48 horas de custódia.

“Esta sentença pune um desrespeito intolerável à instituição”, disse o promotor Alex Perrin. Para ele, o tapa foi “absolutamente inadmissível” e é um “ato de violência deliberada”. Perrin solicitou um mandado de detenção contra Damien Tarel, preocupado com um possível risco de reincidência.

“Esta decisão será observada, examinada” e terá até “impacto na mídia internacional”, afirmou o promotor diante de jornalistas que foram acompanhar o caso no tribunal.
Tarel foi transferido para uma penitenciária da região e, além da prisão, a Justiça suspendeu seus direitos civis por três anos, o que o impedirá de votar nesse período. Ele também fica proibido de prestar concursos públicos para o resto da vida e não poderá deter armas de fogo nos próximos cinco anos. O juiz também ordenou que ele passe por acompanhamento psicológico.

 

Deixe uma resposta