Professores ignoram multa de R$ 400 mil e continuam greve

    0
    231
     A Justiça aumentou o valor da multa diária a professores da rede pública de ensino em greve, de R$ 100 mil para R$ 400 mil. A decisão foi tomada na última segunda-feira (10/4), após recurso do Sindicato dos Professores do DF (Sinpro-DF) contra a determinação judicial emitida em 27 de março que considerou o movimento ilegal. Apesar disso, em nova assembleia, nesta terça-feira (11), os docentes decidiram continuar a paralisação. Além disso, os professores decidiram votar pelo estado de assembleia permanente.
    Artigo anteriorAmpliar acesso ao saneamento básico reduz gastos com saúde pública
    Próximo artigoMais de 23 mil pessoas se recadastraram no Programa Habita Brasília