Funcionários de empresas de vigilância e segurança entram em greve

    0
    222
    Reunidos em assembleia na noite desta terça-feira (18/4), funcionários de empresas de segurança e de vigilância que prestam serviço a diversos órgãos públicos e a empresas privadas do Distrito Federal decidiram deflagar greve por tempo indeterminado. Segundo o Sindicato dos Empregados em Empresas de Segurança e Vigilância do Distrito Federal (Sindevs), cerca de 8 mil trabalhadores participaram. Eles se reuniram próximo ao Conic.A categoria reivindica um acordo amigável com o sindicato patronal para a assinatura da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) para o período de 2017.
    Artigo anteriorDefesa tenta transferir mãe que jogou bebê no Lago para clínica particular
    Próximo artigoPolícia Militar resgata mico escondido dentro de forno no Riacho Fundo