Homem é preso após agredir duas mulheres com uma barra de ferro

0
156

Wesley Pereira dos Santos, de 40 anos, atacou companheira e cunhada. Caso é investigado como tentativa de feminicídio

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu, neste domingo (17), o homem suspeito de agredir duas mulheres com golpes de barra de ferro. O crime ocorreu na sexta-feira (15), em Sobradinho II, e é investigado como “dupla tentativa de feminicídio”.

Segundo a investigação, Wesley Pereira dos Santos, de 40 anos, fugiu após atacar a companheira, Ivani Ferreira da Silva, de 42 anos, e a cunhada, Márcia Aparecida Bispo Duarte, de 43 anos. Após o crime, as vítimas foram internadas em estado grave. O g1 tenta atualizar o estado de saúde.

Familiares contaram à polícia que Wesley e Márcia estavam em “processo de separação”. No dia do crime, o casal discutiu, por ciúmes, e o suspeito agrediu a “brutalmente” as mulheres. A reportagem tenta localizar a defesa do suspeito.

Os policiais disseram que as vítimas sofreram lesões na cabeça e no rosto. Elas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levadas ao Hospital de Base.

Histórico

Familiares contaram que Márcia já havia sido agredida pelo companheiro em outras ocasiões. Além disso, segundo a Polícia Civil, Wesley já respondeu por crimes violentos contra outras mulheres, nos termos da Lei Maria da Penha, e por porte ilegal de arma de fogo.

Uma das vítimas, segundo a investigação, seria uma outra ex-companheira do homem. Agora, ele vai responder por dupla tentativa de feminicídio e, caso condenado, a pena pode chegar a 30 anos de prisão.

Como e onde denunciar violência contra mulheres?

Fachada da Delegacia de Atendimento Especial à Mulher (DEAM II) — Foto: SSP-DF/Divulgação

Fachada da Delegacia de Atendimento Especial à Mulher (DEAM II) — Foto: SSP-DF/Divulgação

Em meio à pandemia do novo coronavírus, a Secretaria de Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP) tem canais de atendimento que funcionam 24 horas. As denúncias e registros de ocorrências podem ser feitos pelos seguintes meios:

Delegacias – que são consideradas serviço essencial – funcionam normalmente. Trinta atendem em regime de plantão ininterrupto de 24 horas.

O DF tem duas Delegacias Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), na Asa Sul e em Ceilândia, mas os casos podem ser denunciados em qualquer unidade.

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), também recebe denúncias e acompanha os inquéritos policiais, auxiliando em pedidos de medidas protetivas à Justiça.

Em casos de flagrante, qualquer pessoa pode pedir o socorro da polícia, seja testemunha ou vítima.

  • Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM)
    Endereço: EQS 204/205, Asa Sul, Brasília
    Telefones: (61) 3207-6195 e (61) 3207-6212
  • Delegacia de Atendimento Especial à Mulher (DEAM II)
    Endereço: QNM 2, Conjunto G, Área Especial, Ceilândia Centro
    Telefone: (61) 3207-7391
  • Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT)
    Endereço: Eixo Monumental, Praça do Buriti, Lote 2, Sala 144, Sede do MPDFT
    Telefones: (61) 3343-6086 e (61) 3343-9625
  • Prevenção Orientada à Violência Doméstica (Provid) da Polícia Militar
    Contato: 3190-5291
  • Central de Atendimento à Mulher do Governo Federal
    Contato: 180

Deixe uma resposta