Documentos secretos: Trump vira réu e alega inocência em 37 acusações

0
148

O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump se declarou inocente das acusações de que mentiu e planejou se apossar de documentos considerados sensíveis e sigilosos após deixar a Casa Branca. As informações confidenciais foram encontradas na casa do político em Miami, na Flórida.

Trump foi indiciado por 37 acusações por administrar segredos de Estado de maneira negligente, o que poderia colocar em risco a segurança dos Estados Unidos, segundo a imprensa norte-americana.

“Nós certamente declaramos que somos inocentes”, declarou o advogado de Trump Todd Blanche, logo após o juiz Jonathan Goodman questionar como o político se declarava.

Os promotores declararam ao juiz que acreditam que Trump não irá fugir do país e por isso poderá responder ao processo em liberdade. Entretanto, o bilionário está proibido de conversar com as testemunhas do caso.

O bilionário, que virou réu pela segunda vez, chegou ao fórum no centro de Miami por volta das 14h no horário local. O ex-presidente norte-americano foi fichado, teve suas digitais colhidas e colocadas no sistema. Contudo, o político foi poupado de tirar a fotografia ao ser registrado.

O jornal New York Times afirmou que a fotografia é utilizada para identificar o acusado, mas no caso de Trump é dispensado por ele ser considerado uma figura pública.

Logo após se apresentar à Justiça, Trump deverá embarcar em seu avião particular para voltar ao seu campo de golfe em Bedminster, em Nova Jersey, onde irá realizar um pronunciamento ao final do dia.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1

Publicidade do parceiro Metrópoles 2


0

Acusações contra Trump

Trump responde por 37 acusações criminais logo após agentes do Federal Bureau of Investigation (FBI, Departamento Federal de Investigação) encontrarem documentos sigilosos na casa do bilionário em Mar-a Lago em agosto de 2022.

O bilionário responde por violações da lei de espionagem por manter documentos que possuem informações sobre a defesa do país, como dados sobre o arsenal nuclear do país e fraqueza de nações aliadas

Além disso, Trump também é acusado por declarações falsas e por conspiração para obstruir a Justiça.

A imprensa norte-americana caracteriza as investigações contra Trump de “bombásticas” por ser a primeira vez na história dos Estados Unidos em que um ex-presidente é acusado de crimes federais.

Trump também foi indiciado em Nova York por realizar pagamentos ilegais para a atriz pornô Stormy Daniels para que ela não revelasse um suposto caso extraconjugal com o político.

Eleição de 2024

Trump é um dos favoritos do Partido Republicano para disputar as eleições presidenciais dos Estados Unidos de 2024 contra o atual presidente Joe Biden, do Partido Democrata.

Nas prévias do Partido Republicano, Trump ainda deverá enfrentar o seu ex-vice-presidente Mike Pence e o governador da Flórida, Ron DeSantis.

Artigo anteriorRaisi diz que “inimigos comuns” aumentaram união entre Irã e Venezuela
Próximo artigoTrump diz que pode pegar 400 anos de prisão. Vídeo